quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Sophia, uma história que merece ser contada...

Na Matemática a maioria das histórias que se contam são sobre matemáticos. Todos os Teoremas que conhecemos levam nomes de matemáticos. Sendo a matemática uma ciência antiga, será que só homens se dedicaram ao pensamento matemático? Infelizmente a história não é bem essa. Somente os homem podiam estudar, ter acesso aos livros e ao conhecimento filosófico e matemático. Consideravam que as mulheres não foram criadas para"Pensar". Mas no século 18, uma mulher notável conseguiu vencer alguns obstáculos e chegar na matemática, onde poucos homens chegaram. Sophie Germain, nasceu em uma familia rica francesa,na cidade de Paris em abril de 1776. Aos 13 anos , enquanto na França explodia a Revolução, ela confinou-se na imensa biblioteca da familia. Foi nesse período que ela leu a biografia de Arquimedes e o episódio de sua morte durante o cerco romano a Siracusa, enquanto estava distraíndo desenhando figuras geométricas na área. Esse fato a fascinou de tal maneira que decidamente optou pela Matemática. Mas seus pais logo a desestimularam, inicialmente proibindo-a de estudá-la e, depois, impondo-lhe castigo diante da desobediência. Mas foi inútil, porque a jovem, às escondidas em seu quarto, devorava todos os livros de matemática que teve acesso da biblioteca do seu Pai, em outras fontes.Como não podia frequêntar a universidade, por ser mulher.Ouvia as aulas embaixo das janelas e pelas frestas das portas. Sophie, começou a escrever artigos matemáticos, e enviava para matemáticos famosos da Época. Assinando como M.Leblanc (homem), ganhou prémios, foi chamada para fazer palestras, mas nunca comparecia. Então, sua identidade foi revelada, e a ciência compreendeu que as mulheres também tem o direito, e podem sim, contribuir para o crescimento do conhecimento científico. Sophie, morreu aos 55 anos, mas foi a primeira mulher a fazer um trabalho matemático inédito, sendo publicado e aceito por toda a sociedade científica.




Minha gata: Recebeu o nome de Sophie, em homenagem...





Para Refletir:

"Nós somos resultado do que lemos, do que aprendemos e do que vivemos na escola."

Acredite em você! Faça a diferença, como Sophie. Busque sempre o conhecimento e faça a sua história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário